top of page

6 dicas pra impulsionar seu e-commerce

Como "domar" seu tempo para melhorar seus resultados

6 dicas para impulsionar seu e-commerce

No artigo anterior, a gente trocou uma ideia sobre o gerenciamento de tempo, focando nos Quadrantes I, III e IV da Matriz de Eisenhower, um diagrama que expõe os conceitos de urgência e importância e tem impacto direto na sua performance profissional e nos resultados do seu negócio (para saber mais, leia aqui). Hoje, a ideia é compartilhar com vocês um pouco sobre o famoso Quadrante II.


Para relembrar, o Quadrante II (Q2) compreende atividades não urgentes e importantes como: planejamento do e-commerce e definição de estratégias, preparação (estudo sobre novas tecnologias ou comportamento do cliente), construção de relacionamento com parceiros potenciais, etc.


Ora, conseguir concentrar boa parte do tempo em atividades do Quadrante II não é fácil, mas identificar atividades importantes e não urgentes é o primeiro passo para conseguirmos incluí-las na rotina. Pra te ajudar, hoje a gente vai ser ainda mais direto, com recomendações certeiras para o seu sucesso.


Aproveite e divirta-se abaixo com as 6 dicas essenciais para você gerir melhor seu tempo nas atividades de e-commerce e impulsionar suas vendas online. Vamos lá!


Dica 1

Olho nos KPIs

Pra começar, vamos de KPIs relevantes de acompanhamento. Defina quais métricas são as mais importantes a serem acompanhadas. Identificar tendências de queda na taxa de conversão - ou altas flutuações desse indicador - pode ser um alerta para possíveis instabilidades de plataforma ou problemas de estoque. Lembre que, no varejo de moda, é muito comum que produtos de grade rasa tenham taxa de conversão baixa por não atenderem em cor ou tamanho à demanda do cliente.


Dica 2

Fichas no melhor CRM

Isso mesmo: aposte em um CRM eficiente. Faça uma gestão assertiva da sua base de clientes e trabalhe com segmentações de clientes, seja por email, SMS, Whatsapp ou mesmo por banners. São ações que podem e devem potencializar os resultados do e-commerce.


Dica 3

Olha a audiência similar aí gente!

Brincadeiras à parte com o bordão mais popular do famoso cantor Neguinho da Beija Flor, não deixe de utilizar “audiência similar” (look alike) dos seus clientes. É com ela que você encontrará novos clientes com perfis similares aos dos seus principais compradores.


Dica 4

Um estímulo a mais

Tenha sempre isso em mente e nunca esqueça: estimule clientes de segmentos relevantes da sua base e que ainda não compraram no e-commerce, a se tornarem consumidores também do ambiente online. Clientes que compram tanto online quanto em lojas físicas desenvolvem mais o hábito de compra e acabam se tornando os consumidores mais ávidos.


Dica 5

Em busca da evolução perfeita

Planeje a evolução do cliente e o distanciamento da inatividade. Manter sua base de clientes ativos (consumidores que realizaram pelo menos uma compra nos últimos 12 meses) é fundamental para se ter consistência nos resultados.


Dica 6

Relacionamentos estratégicos

Desenvolva bom relacionamento com parceiros estratégicos. Conseguir parceiros que entreguem ferramentas e ajudem na tomada de decisão na estratégia do seu e-commerce é fundamental para que se consiga estabelecer uma rotina de reflexão (sobre a estratégia mesmo), identificando oportunidades e otimizando o resultado do e-commerce.


Juntas, as seis dicas ajudarão a planejar melhor o seu tempo e a evolução do seu negócio. Dependendo da sua realidade, todas se aplicam ou apenas algumas delas. Avalie quais as melhorias que seu e-commerce necessita. Seja uma troca de plataforma, seja uma melhoria no fluxo de carrinho de compras, seja no aprimoramento das imagens de produto. Afinal, bater metas e entregar resultados também diminui a pressão sobre urgências.


Obrigado e vamos em frente! Boa performance por aí!!!

68 visualizações

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


Gostou desse conteúdo? Receba sempre fresquinho nossos posts.

Obrigado(a)!

bottom of page